Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A lista de predadores

por pedrop, em 12.03.15

Nos EUA, apenas 6% dos agressores sexuais de menores reincidem nos primeiros 3 anos (há que dar o desconto de as penas por lá serem elevadas). E cerca de 70% dos abusos sexuais a menores são dentro da família*. Isto significa que a anunciada lista de predadores não terá a eficácia que alguns justiceiros imaginam. Por outro lado, também é preciso lembrar que não implica a quebra catastrófica de privacidade que os mais garantistas asseveram. Um "Palito" ou um "Cruz" têm os seus crimes gravados na testa, onde quer que possam ir depois de libertados. Normalmente, quando se tem algum vizinho criminoso, não é difícil que alguém do bairro se lembre do processo ou das notícias sobre ele, e divulgue pela comunidade. O problema duma lista semipública (com acesso a pedido) é o potencial de gerar uma paranóia coletiva. Acho que não há problema em que as forças policiais racionalizem a informação que têm dispersa sobre os crimes mais graves que tenham sido cometidos e os seus perpetradores - é um tratamento racional de dados, onde se insere uma lista como esta. Mas tal trabalho deveria ser sigiloso, e não percebo o motivo para o limitar a crimes contra menores.

* Li os dados nesta entrevista, que vale a pena ler, apesar do título perigoso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:27


1 comentário

Imagem de perfil

De Kruzes Kanhoto a 12.03.2015 às 21:31

Protecção ao criminoso. Sempre.

Comentar post